Neo Astecas
180px-Calendarxt.jpg

Seita socio-cultural-religiosa que preconiza o retorno da civilização asteca ao poder na região do México e da California. Os membros da seita são todos de origem indigena asteca. Eles se segmentam assim como a velha sociedade astaca, mas apenas para feitos de cultos e reuniões sociais. Levam portanto uma vida dupla escondendo sua verdadeira identidade asteca. A primiera vez que se ouviu falar dos neo-astecas foi em 1983. Uma serie de desaparecimentos ocorreram na região do Parque das Grandes Arvores de Calaveras entre 1972 e 1983. Em 1983 uma ossada humana com marcas de espacamento similares aos dos antigos astecas assombrou as autoridades locais. O mais chocante foi comprovar que a ossada só estava ali a uns 8 anos. O caso foi abafado. Em 1987 um canal de TV encontrou uma inscrição num templo asteca (escrita no velho alfabeto asteca) que dizia: "Nós iremos voltar em 24 de dezembro de 1999".

Os neo-astecas voltaram a cena novamente em 1989 quando circularam em tabloides um escrito traduzido da lingua asteca que dizia que numzadata no ano 1999 o deus sol não nasceria e esse seria fim da civilização americana e o renascimento da asteca. Investigações na época levaram a três adolecentes que tinham espalhado o texto. Na prisão eles comentaram se tratar de uma brincadeira. Não se sabe ainda hoje qual são os métodos ou os reais interesses dos neo-astecas. Também não se sabe se eles tem alguma ligação com todos os fatos associados a eles.

Entre 1991 e 1993 várias pessoas desapareceram na califórnia e foram encontradas depois sem seus corações. O FBI deu incio a uma larga investigação que culminou com a prisão de vários membros da seita dos neo-astecas em 1993, num sitio arquelógico a 10km da Cidade do México, em Santa Cecilia Acatitlan. O líder da seita já mais foi preso e supostamente transmigrou para outra dimensão.


Associações

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License